Cerca de 400 atletas participaram no último domingo no 2º BTT CTM Vila Pouca de Aguiar, enquadrado na 1ª prova da Taça Regional de Maratonas (XCM) da Associação Regional de Ciclismo de Vila Real (ARCVR), aberta a todos os amantes e simpatizantes da modalidade e que superou, este ano, o número de participantes.

A opinião dos participantes foi unânime, traduzida nas palavras de Filipe Brito, 2º classificado na maratona. “Os trilhos são fabulosos! Existe um sem fim de percursos com uma beleza de cortar a respiração. Conseguimos fazer quilómetros sem atravessar estradas e quando nos aproximamos de uma aldeia é para buscar abastecimento. Não deixem de experimentar pedalar nesta zona, seja BTT ou estrada”, referiu com satisfação no final.

Nas provas rainhas, maratona (66km) e meia maratona (49km), participaram cerca de 340 “betetistas”, mas apenas 298 terminaram a prova com sucesso, possivelmente devido à dureza do traçado e por se tratar da fase inicial da época da ARCVR. No passeio (20km), com um perfil menos exigente, entraram na prova 62 pessoas.

Do concelho de Vila Pouca de Aguiar participaram 19 atletas no passeio, 28 na meia maratona e 20 na maratona (além dos individuais), de três equipas: CTM, Associação Tourencius dos Xudreiros, Pedras Bikers Team. Mas havia concorrentes de todo o país e de Espanha também. Aliás, foram os espanhóis que mais “deliraram” com as características da prova, com sucessivas subidas e descidas, o que demonstra a qualidade e competitividade desta etapa, no concelho aguiarense.

Ao todo estiveram envolvidos mais de 150 pessoas na organização, entre membros do CTM, voluntários, bombeiros, enfermeiros, e outros colaboradores que auxiliaram a passagem dos atletas e o controlo do trânsito nas freguesias por onde passou a prova.

Notícia na edição nº 78

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here