O presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, apresentou, no passado dia 7 de fevereiro, a candidatura à Comissão Política Distrital do PSD de Vila Real. A sala da Comissão Política Distrital foi pequena para a quantidade de militantes que quiseram assistir à apresentação pública.

O autarca garante que a sua lista reúne o apoio de todas as seções do PSD do distrito e que todos os autarcas, eleitos por este partido, estão aqui representados. “A minha lista é verdadeiramente representativa de todo o distrito. Todas as secções estão representadas e todos os presidentes de seção manifestaram o apoio a esta lista”, disse.
Caso vença, Alberto Machado vai ter pela frente, durante o mandato de três anos, duas eleições. Primeiro as legislativas, que se realizam em outubro, e em 2016 as presidenciais. “O objetivo é sempre ganhar e ter uma boa percentagem de vitória no distrito. Vamos encontrar dois actos eleitorais mas as autárquicas não se preparam em dois dias e, até ao final do mandato, teremos cumprido um trabalho de base para este sufrágio, em 2017”, referiu confiante.
Quanto à possibilidade de surgir, ainda, outra lista, já que o nome de Nazaré Pereira foi ganhando forma nos últimos dias, Alberto Machado refere que “o partido é abrangente e é natural que outros possam aparecer para se candidatar”.
O Social-democrata promete defender o interior e exigir mais do Governo. “Não podemos ser considerados um peso para o país. Temos que exigir uma maior descentralização de serviços e uma distribuição mais equitativa do orçamento”.
A Distrital do PSD vai a votos no próximo dia 27 de Fevereiro. As urnas vão estar abertas nas 14 concelhias das 18 às 22 horas. O atual presidente da distrital, Domingos Dias, que cumpriu dois mandatos, já informou que não se recandidata. Até três dias antes, é possível a entrega de lista para sufrágio.

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here