As aldeias do Castelo e do Pontido, no Vale de Aguiar, freguesia de Telões, estão a ser alvo de obras de requalificação no valor global que ascende os duzentos e treze mil euros. As melhorias nas aldeias históricas promovidas pelo Município surgem no âmbito do plano de ação de compensação socioeconómica do Sistema Eletroprodutor do Tâmega, que conta com a comparticipação financeira da empresa Iberdrola.

Relativamente à aldeia do Castelo, a principal obra destina-se a beneficiar a ligação da aldeia mais visitada do concelho à serra do Alvão para, através da melhoria de condições de mobilidade, incrementar o desenvolvimento turístico. O valor das obras previsto é de 114.932€.

Relativamente à aldeia do Pontido, a requalificação urbanística inclui pavimentações de arruamentos, em especial beneficiando a ligação à sede de freguesia, a colocação de iluminação em vários pontos da localidade e equipamentos infantis. O valor das obras previsto é de 98.339€.

A consignação da empreitada Vale de Aguiar – Requalificação da aldeia histórica do Castelo e da aldeia do Pontido realizou-se a 21 de dezembro e contou com as presenças do presidente da Câmara, Alberto Machado, do presidente da Junta, Arlindo Ribeiro, e do empreiteiro Arménio Gonçalves, responsável pela execução das respetivas obras.

Classificado como Monumento Nacional (1982) pelo seu valor arqueológico, o Castelo de Aguiar de Pena, da Baixa Idade Média, é um castelo roqueiro implementado sobre uma imensa fraga granítica, donde se avista uma panorâmica sobre o Vale de Aguiar.

Fonte: cm-vpaguiar.pt

Notícia na edição nº 70

 

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here