Há mais de 40 anos, na sequência da “Revolução de Abril”, milhares de portugueses regressaram apressadamente a Portugal, vindos das ex-colónias como Angola ou Moçambique. A maioria chegou apenas com “a roupa que trazia vestida”, deixando para trás tudo aquilo que construíram durante décadas.

Foi precisamente o caso de Armando Costa, nascido em Valpaços, que “retornou” a Portugal, estabelecendo-se em Vila Pouca de Aguiar, na terra natal da esposa, depois de 23 anos em Angola, mais precisamente na vila da Banga, na região da Kwanza Norte.

Hoje, com quase 85 anos, tem um estabelecimento comercial, dedicado à canalização e à eletricidade, especialidades que, enquanto profissional, adquiriu em África, continente onde “aterrou” aos 19 anos.

(…)

Reportagem completa na versão impressa

Edição nº 161

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here