A autarquia de Vila Pouca de Aguiar está “preocupada” com a arruinada unidade hoteleira construída no início do século XX e pretende ver requalificado aquele espaço, com ajuda de investimento privado.
Questionado sobre o assunto, o presidente da autarquia, Alberto Machado, garantiu que já “existem já algumas ideias” para requalificação do Hotel Universal. “Temos algumas ideias para aquele espaço. Também estamos recetivos a algumas sugestões, desde que acompanhadas de racionalidade de investimento. A realidade é que a câmara não tem possibilidade de ficar com o Hotel, nem capacidade financeira para o recuperar”, referiu o autarca, à margem da sessão pública de apresentação do Plano de Pormenor de Pedras Salgadas, deixando assente que também não permitirá, dada a sua degradação, que o Universal seja demolido.
Por fim, o presidente da Câmara assegurou que a UNICER assinou recentemente um compromisso no qual cede à autarquia, ou a investidores dinamizados pela mesma, o espaço do Hotel Universal com objetivos de recuperação.
De referir que o anterior executivo, através de uma candidatura apresentada ao programa PROVERE, havia tentado uma requalificação do velho hotel. Nos planos da Câmara de Vila Pouca de Aguiar esteve, por exemplo, a instalação de uma Escola de Hotelaria, uma Estação de apoio à Ciclovia/Ecopista e ainda uma Universidade Sénior.

Notícia na edição nº 39, nas bancas

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here