Alberto Machado, presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, escreve carta aberta para assinalar dois anos de mandato.

“Estimados Aguiarenses,

Estamos a meio de um mandato de quatro anos que iniciou no dia 18 de outubro de 2013, quando tomei posse como Presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar.

Realizando um breve balanço deste percurso, estou convicto do caminho que temos seguido de estar ao lado das pessoas e dos bons resultados que temos obtido junto da comunidade.

O executivo que lidero implementou uma estratégia de políticas de proximidade junto de agricultores, comerciantes, industriais, agentes culturais e desportivos, e demais agentes ativos da sociedade com a execução de medidas focalizadas que correspondem aos anseios da população.

A proximidade às freguesias é claramente um exemplo do que temos vindo a fazer, realizando uma verdadeira descentralização acompanhada de recursos humanos, financeiros e materiais. Auscultamos profundamente os autarcas e dirigentes associativos, dando resposta aos pedidos efetuados com rapidez e eficácia.

A nível financeiro, estamos a cumprir o objetivo que nos impusemos de terminar o mandato com uma Câmara financeiramente melhor que aquela que encontramos, tendo durante o ano de 2014, através do trabalho desenvolvido, reduzido a dívida em mais de 1,5 milhões de euros e a reduzido os prazos de pagamento a fornecedores, de 53 para 33 dias. Atualmente, estamos a efetuar pagamentos a menos de trinta dias. Os orçamentos municipais apresentados são fiéis ao contexto financeiro da autarquia permitindo uma taxa de execução nunca antes verificada de 85% e que queremos ver aumentada já em 2016.

Somos ambiciosos e, por conseguinte, queremos sempre mais. Implementamos benefícios nos mais diversos setores, de que são exemplos os apoios à vacinação animal, a redução dos encargos municipais para os comerciantes locais, a melhoria de acessos a unidades industriais, os incentivos à dinamização sociocultural de crianças e jovens, a criação de sinergias para dinamização de equipamentos turísticos, e muitas outras medidas no campo social, educativo e associativo.

O Município reforçou o apoio às famílias nos mais variados campos de atuação municipal, através do alargamento de benefícios sociais às mais necessitadas, de medidas de apoio ao ensino, desde o pré-escolar ao secundário, desenvolvemos atividades em sintonia com as prioridades das coletividades.

E porque queremos mais para as pessoas, porque sabemos que só unidos venceremos os desafios socioeconómicos do concelho estamos a implementar medidas que aligeirem os encargos da comunidade, de que é exemplo a manutenção do IMI no mínimo valor possível e com uma redução percentual de 10, 15 e 20% para famílias com um, dois e três ou mais filhos sobre a habitação permanente, respetivamente.

Em jeito de síntese, o Município de Vila Pouca de Aguiar está hoje mais coeso devido à criação de parcerias entre a autarquia e a sociedade que permitem, apesar da atual conjuntura nacional, que os bons resultados municipais obtidos se traduzam numa melhoria de qualidade de vida das pessoas.

Um abraço,

Alberto Machado”

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here