Casa de Telões: o sabor de uma região

92

É sempre uma agradável surpresa quando entramos na Casa de Telões, restaurante típico de cozinha regional, em Vila Pouca de Aguiar. A decoração a preceito, que nos transporta para o tempo das nossas avós, é fruto do bom gosto da senhora Maria das Dores, proprietária do espaço de restauração, que funciona por reserva.

Devidamente enquadrado no centro da aldeia de Telões, junto à Capela, onde o granito é elemento de construção predileto, o restaurante fica no interior de uma requintada casa agrícola secular, recentemente requalificada e com todas as comodidades.

Após entrar no restaurante, somos convidados a subir ao segundo andar, onde está a sala de refeições principal, que nos permite sentir tão à vontade como se estivéssemos em nossa casa. Aqui, somos brindados com mais elementos decorativos, não fosse a senhora Dores, enfermeira de formação, uma apaixonada por pintura, artesanato e decoração.

A Casa de Telões recria em pormenor as tradicionais refeições do imaginário aguiarense. Na refeição, por nós degustada, destacaram-se, nas entradas, as pataniscas de bacalhau, os tomates recheados e os peixinhos da horta. O prato principal, uma cabidela de galo – que ainda cantava nessa manhã – preservava o aroma e sabor de tempos passados. Uma delícia!

A sobremesa, por vezes, é a salvação de uma refeição de menor agrado, contudo, neste caso, restou pouco apetite para o último prato, embora o pudim de ovos, o bolo de chocolate caseiro e um creme de frutos do bosque não fossem apresigos dignos de recusa.

Resta falar da simpatia das funcionárias – sempre atenciosas e muito disponíveis – e a excelente recetividade da anfitriã, que nos deixa vontade de voltar rapidamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here