Numa tarde repleta de solidariedade, o Centro de Atividades Ocupacionais de Vila Pouca de Aguiar (CAO) angariou cerca de 1400 euros que vão reverter para a construção/ampliação das instalações desta valência do Centro Social e Paroquial Padre Sebastião Esteves, da responsabilidade do pároco António Paulo Rodrigues.

O concerto solidário, realizado na tarde de domingo no Cineteatro Municipal de Vila Pouca de Aguiar, teve a atuação da Banda Musical do Pontido e da Banda Musical de Loivos, envolvendo dezenas de artistas.  No intervalo das Bandas, a equipa de técnicos do CAO, juntamente com os utentes, proporcionaram um momento de “Rap”, evidenciando as dificuldades das pessoas com deficiência e apelando a que todos ajudem nesta causa.

Para o padre António Paulo, esta valência dá resposta a casos muito concretos de pessoas com necessidades especiais. “Quando aqui cheguei reparei que havia um acompanhamento especial por parte da comunidade escolar das pessoas portadoras de deficiência durante a idade escolar. Terminada a escolaridade obrigatória, era sinónimo de que essas pessoas já não precisavam de ajuda, porque não havia outro tipo de respostas. Devido a esse facto surgiu a ideia de criar o CAO, através do Centro Social e Paroquial, uma valência que proporcionasse a estas pessoas atividades para desenvolverem as suas capacidades. Conseguimos com o apoio da Câmara Municipal instalar este centro na Urbaguiar mas agora necessitamos de alargar o espaço para proporcionar melhores condições aos utentes”, informou.

A ação de solidariedade contou com o apoio do Município de Vila Pouca de Aguiar e do Centro Social e Paroquial Padre Sebastião Esteves. A direção, equipa técnica e utentes do CAO agradecem à organização, ao apoio das entidades envolvidas, às bandas musicais e naturalmente à população, que marcou presença e contribuiu fortemente para esta nobre causa.

Edição nº 125

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here