A construtora DST, SA concluiu a construção da Pedreira de Gouvães, em Vila Pouca de Aguiar, uma obra para a Iberdrola Generación que representou um volume de negócios no valor de mais de 13 milhões de euros. A empreitada contou ainda com a participação de outras insígnias do grupo DST, entre as quais a DTE – Instalações especiais -, a Tagregados e a Bysteel.

Para além do projeto de conceção e construção de pedreira, a empreitada implicou o movimento de terras para plataformas e acessos, a beneficiação da EM557, desde a N206 até entrada da pedreira, incluindo a construção de ponte sobre o rio Torno, a construção de redes de águas pluviais e residuais, de redes de abastecimento e de tratamento de águas, assim como redes de energia e iluminação. A montagem de equipamentos de produção/ armazenamento de agregados e respetivos maciços em betão armado, assim como a construção de edifícios administrativos e de apoio estiveram também a cargo do grupo DST, que procederá, após o período de exploração, ao desmantelamento da pedreira e respetiva recuperação paisagística.

A Pedreira de Gouvães destina-se à produção de agregados para utilização exclusiva nas obras de construção dos aproveitamentos hidroelétricos, da Iberdrola Generación.

Para José Teixeira, presidente do conselho de Administração do grupo DST, “o bom desempenho nesta obra permitirá reforçar a imagem do nosso grupo junto de um cliente importante (Iberdrola), que se encontra a executar o maior projeto hidroelétrico em curso no país”.

Edição nº 162

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here