Pela primeira vez, o município de Vila Pouca de Aguiar organizou, no passado domingo, na Praça João Paulo II, o Dia da Proteção Civil, com a presença de todas as forças envolvidas na segurança da população. Proteção Civil Municipal, Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Bombeiros de Vila Pouca de Aguiar, GNR, GIPS, SEPNA, ICNF, Sapadores Florestais, Estradas de Portugal, Cruz Vermelha, foram as principais entidades envolvidas neste dia, que contou a realização de um simulacro, Formatura e Condecorações dos Bombeiros Voluntários de Vila Pouca de Aguiar, para além da bênção da carrinha da Proteção Civil Municipal.

O presidente da autarquia, Alberto Machado, ficou satisfeito pela presença de todos os meios envolvidos no Dia da Proteção Civil, enaltecendo a possibilidade da população contactar com as diversas forças. “Juntamos, neste dia, todos os intervenientes na proteção civil, permitimos que a população interaja com as entidades aqui representadas. Em caso de catástrofe no concelho, seriam estas forças a intervir”, disse.

Para o autarca, a Proteção Civil de Vila Pouca está organizada e estruturada, pelo que “é capaz de dar uma resposta conveniente a situações que possam ocorrer”. “Este evento mostra que as entidades envolvidas estão bem relacionadas e comunicativas. Desta comunicação podem surgir mais-valias na hora do socorro”, explicou o autarca, ressalvando que o concelho está bem apetrechado mas nunca estará completamente preparado para uma catástrofe. “Há sempre novos equipamentos a sair, mais eficazes no combate a adversidades. Temos que melhorar a cada dia para assegurar a segurança das pessoas. Este trabalho nunca estará terminado”, concluiu.

(…)

artigo completo na edição nº 26, nas bancas

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here