As localidades de Carrazedo do Alvão e Parada de Monteiros receberam, na passada sexta-feira, dia 18 de março, sessões de esclarecimento, impulsionadas pelo município de Vila Pouca de Aguiar e prestadas pela Iberdrola, direcionadas à comunidade diretamente afetada pela construção das Barragens do Alto Tâmega.

Os trabalhos para a construção do Sistema Eletroprodutor do Tâmega (Barragens de Daivões, Gouvães e Alto Tâmega), um dos maiores projetos hidroelétricos levados a cabo na Europa, nos últimos 25 anos, começaram oficialmente em dezembro de 2014, mas apenas em 2015 se começaram a ter efeito as primeiras movimentações no concelho de Vila Pouca de Aguiar, nomeadamente em Parada de Monteiros, na margem esquerda do rio Tâmega.

A barragem de Gouvães (construída no rio Torno, afluente do Tâmega) é mais pequena das três, com um paredão de cerca de 30 metros. Trata-se de uma Central Exterior, de quatro grupos reversíveis, que terá ligação às restantes duas, podendo este sistema funcionar como turbina durante as horas em que há maior solicitação no consumo de energia e como bomba nos períodos de vazio ou de excedentes de energia na rede.

(…)

Leia a reportagem especial na íntegra na edição nº 79, já nas bancas

1 COMENTÁRIO

  1. Sessões de esclarecimentos com decisões mais que decididas e irreversíveis, não deixam de mostrar o quão democráticas são as instituições que deveriam defender o interesse público!

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here