A Vespa das Galhas do Castanheiro (ou vespa asiática) foi detetada no concelho de Vila Pouca de Aguiar, em freguesias onde existe uma importante produção de castanha. O Município e a Aguiarfloresta, cientes do impacto que esta praga terá na produção deste ano, têm desenvolvido algumas ações, teóricas e práticas, para sensibilizar os produtores para a identificação e combate a este flagelo, em colaboração com a RefCast, associação da fileira da castanha, e Direção Regional de Agricultura do Norte.

Duarte Marques, vereador da autarquia, confirmou a presença da Vespa das Galhas do Castanheiro no concelho, reconhecendo que, no ano passado, já tinham sido localizados alguns focos. “A praga acabou por surgir, este ano, em alguns soutos de aldeias das freguesias de Tresminas, Bornes de Aguiar e na zona de Jales. Depois de termos conhecimento da presença da praga, montamos um conjunto de ações tendo em vista a preparação dos agricultores, dando-lhes formação e desencadeando mecanismos de combate à praga”, informou.

Nesse sentido, com a colaboração de Juntas de Freguesia e Conselhos Diretivos de Baldios, foram constituídas equipas de pessoas, em várias aldeias, para fazer a identificação e combate à praga e organizadas ações de formação no terreno, como a que aconteceu na passada quarta-feira, na aldeia de Vilarelho.

(…)

Reportagem completa na versão impressa.

Edição nº 139, nas bancas

PARTILHAR
Artigo anteriorEdição nº 138
Próximo artigoEdição nº 139
Diretor do jornal semanal "Notícias de Aguiar" Jornalista profissional desde 2009

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here