Projeto de prospeção e exploração mineira em Jales estagnado

Está praticamente parado o projeto de prospeção do complexo mineiro de Jales. Dois anos e meio depois do anunciado regresso do ouro às minas, os trabalhos abrandaram, significativamente, desde o início do ano.

A Almada Mining SA (detida a 100% pela empresa canadiana Petaquilla Minerals Ltd), integrada no consórcio que assinou em julho de 2012 o concurso de exploração experimental de ouro pelo período de três anos em Jales/Gralheira, atravessa problemas financeiros que estão a interferir com o ritmo dos trabalhos.

Por outro lado, a descida na cotação do ouro ao longo dos últimos três anos e meio (dos 1900 dólares por onça em 2011, para os atuais 1300) acabou também por afetar o plano de investimentos previamente estabelecido entre o Estado e o Consórcio que detém a concessão.

(…)

Reportagem completa na edição nº 21, nas bancas

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here