A 1ª Volta ao Alto Tâmega, Prova Nacional de Ciclismo, passou pelos seis concelhos da região numa organização da Federação Portuguesa de Ciclismo e com o apoio CIM Alto Tâmega.

Muito público na estrada ao longo dos 3 dias de competição, onde a adrenalina e competição entres os ciclistas foi patente a cada km decorrido. A equipa vencedora foi a LA Alumínios Antarte, sendo que Joni Brandão, da EFAPEL, se sagrou vencedor na classificativa geral individual.

A “volta” que teve lugar no passado fim de semana, 22 a 24 de maio, juntou a nata do pelotão nacional, numa competição em quatro etapas, com um total de 335 quilómetros. A corrida começou em Chaves, a 22 de maio, com um prólogo de cinco quilómetros, em sistema de contrarrelógio por equipas onde a Efapel foi a mais forte, sendo Joni Brandão o primeiro a vestir a camisola amarela.

No sábado, teve lugar a etapa rainha, ao longo de 203 quilómetros, com partida de Boticas (11h) e chegada à serra do Larouco, Montalegre (16h), percorrendo todos os municípios que integram a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega. Amaro Antunes, da LA, vestiu a camisola amarela, do município de Vila Pouca de Aguiar (Capital do Granito), no final do dia 23, mas com escassos segundos de distância para Joni Brandão.

A vantagem, para domingo de manhã, iria ser escassa entre os dois competidores, com o ciclista da EFAPEL a levar a melhor, na ligação entre Valpaços e Ribeira de Pena.

À tarde, a configuração da prova mudou ligeiramente. Antes da prova final para os profissionais, os amadores ou semi-profissonais entraram em pista, com a equipa de Tourencinho a destacar-se das restantes. Luís Lameira e Patrick Videira cortaram a meta juntos, consagrando a formação da Skoda Irmãos Leite/Bike Box.

A partir das 16h, correu-se o circuito de Vila Pouca de Aguiar, com Alberto Machado, presidente da autarquia, a fazer a abertura simbólica. Os ciclistas saíram pela EN2 em direção a Vila Real, entrar em Fontes, passando pelo centro da aldeia. O pelotão seguiu de novo para Vila Pouca de Aguiar, passando pelo Complexo Desportivo, em direção a Pedras Salgadas. Entrando na Vila Termal, os ciclistas foram em direção às romanas, seguiram até Sabroso e depois para Bornes e São Martinho, para o prémio de montanha. No regresso a Vila Pouca, pela EN 206, seguiram-se 8 voltas em circuito, pela variante e EN 2, com o dorsal número 22, João Benta, do Louletano, a seguir isolado. A liderança não durou até ao final, já que nas últimas voltas, o dorsal 51, Gustavo Veloso, da W52 Quinta da Lixa, colocou-se em fuga e acabou por cruzar a meta.

No final, subiram ao palco da Full Eventos, organizadora da prova, Nuno Matos, da Rádio Popular – Boavista (camisola branca – prémio juventude), João Benta, do Louletano (camisola azul e vermelha – prémio meta volante), Raul Alarcon (camisola azul – prémio de montanha), Joni Brandão, da LA (camisola verde).

Na classificativa final individual, João Benta foi 3º, Amaro Antunes 2º e Joni Brandão o vencedor.

Edição nº 38, nas bancas

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here