Mais uma vez e pelo sexto ano consecutivo, a Associação São Tomé da Gralheira, para manter viva a tradição, realizou a 5 de Fevereiro mais edição da “Partilha do Burro”. Pelas nove da noite de quinta-feira (5/2) esta associação reuniu-se no Alto do Castanheiro Queimado, local alto onde antigamente se fazia esta tradição, para mais uma vez partir o Burro.

Esta atividade consiste em repartir as partes do Burro (rimando sempre com uma quadra) por cada rapariga solteira da aldeia. Entre muita alegria e as muitas mais gargalhadas, lá iam saindo as quadras umas atrás das outras entoadas por grandes funis que fizeram se ouvir nas aldeias vizinhas. “À menina…, Por gostar tanto de andar de trator, Damos-lhe a bexiga do Burro, Para não gripar o motor”.

Na quinta-feira seguinte, dia 12, esta Associação reuniu-se uma vez mais e desta vez para “Casar as Raparigas”. Esta iniciativa consiste em casar as raparigas solteiras da aldeia com os rapazes solteiros. Uma a uma lá iam saindo as quadras repartidas pelas 23 raparigas solteiras e moradores nos dias de hoje nesta aldeia. “À menina… Por ser redondinha como a bolota, Damos-lhe o menino… Que é espadaúdo e anda na tropa”.

Mais uma vez esta Associação mostra-se bem viva nas atividades que representa, recordando sempre os tempos de antigamente.

 

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here