Ana Maria Alves – Presidente da União de Freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros

A União de Freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros foi constituída em 2013, após o último ato eleitoral autárquico, resultante da extinção ou agregação das freguesias de Pensalvos e Parada de Monteiros. Integram o seu territórios os lugares de: Pensalvos, Soutelo de Matos, Cabanes, Parada de Monteiros e Pielas.

A freguesia, que é das maiores do concelho em termos geográficos, é da responsabilidade da única mulher presidente de Junta em Vila Pouca de Aguiar. Ana Maria Alves tomou posse em 2013, mas há dois mandatos que exercia o cargo de secretária.

Não se sente propriamente especial por ser a única mulher, mas reconhece o carinho e o respeito por parte dos restantes colegas. “Através da lei da paridade, já há muitas mulheres na política. Não me sinto especial por isso. Somos todos iguais”, referiu.

No que respeita a agregação das duas freguesias, a autarca reconhece que, da parte de Parada de Monteiros, a acomodação de eleitores não teve um impacto muito grande (48 habitantes em toda a freguesia, sendo que Pielas possuía apenas 10), mas ao nível do território sentiu-se mais as consequências. “Temos um território muito vasto. Dos maiores do concelho. Todas as aldeias têm conselho diretivo e há muito trabalho a fazer ao nível da floresta, por exemplo. Maior área implica mais competências e maior responsabilidade”, disse.

Igreja-Pensalvos

Igreja de Pensalvos é bandeira da freguesia

A freguesia é riquíssima em património. A Igreja de Santa Eulália de Pensalvos está reconhecida por Bruxelas e é sobejamente conhecida culturalmente.

Para além disso é possível visitar, em Pensalvos, o Povoado Paredes dos Mouros, Castro, Castelo, Solar (A Casa do Cabo), Museu dos Coches (particular), Solar da família Borges Montalvão, Casa Martins Aguiar (conhecida como dos Canavarros) e o cruzeiro.

Em Cabanes, a Capela de Santa Bárbara, monumentos megalíticos, Penedo Branco (arte rupestre) e Nossa Senhora do Minheu.

Em Soutelo de Matos, o Castro do Ribeiro Seco, “Forno dos Mouros”, Canastros, Fonte de Mergulho, Capela de Santo André, Cruzeiro e Moinho de água.

Em Parada de Monteiros, o Relógio do Sol, Canastros, Capela de Nossa Senhora Maria Auxiliadora, Igreja de S. Pedro e Capela de Nossa Senhora dos Aflitos.

Por fim, em Pielas, a Capela de Nossa Senhora Auxiliadora.

(…)

Reportagem na integra na edição nº 12 de 25 de novembro de 2014

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here