Produção de amêndoa chegou ao concelho

412

Mais de cinco mil amendoeiras estão a ser plantadas no concelho de Vila Pouca de Aguiar, que recebe pela primeira vez produção intensiva de amêndoa. São mais de treze hectares de terreno para a instalação de milhares de árvores em que a semente do seu fruto é a amêndoa.

No concelho, há cerca de uma dezena de novos produtores que se estreia na produção deste fruto seco de cor creme, coberto por uma pele fina acastanhada e envolvido numa casca dura. Devido à quantidade elevada de gordura que contém, a amêndoa é muito apreciada pelo sabor, versatilidade culinária e propriedades nutricionais. É rica em fibra, é proteica e uma ótima aliada na dieta por ter gordura insaturada e ajudar a reduzir a gordura abdominal.

O Município de Vila Pouca de Aguiar, através do Gabinete de Apoio ao Agricultor, tem promovido sessões de esclarecimento sobre frutos secos e visitas de trabalho junto dos agricultores em todo o concelho para os esclarecer das oportunidades, dificuldades e rentabilidade das culturas, entre as quais, se encontram os frutos secos como a castanha, a amêndoa, a avelã, o pinhão ou a noz.

Em Tresminas, a Junta de Freguesia cedeu cerca de quarenta hectares de terreno aos compartes dos baldios que administra e os produtores estão a dedicar-se à plantação de vários frutos secos.

Valorizados no mercado nacional e internacional, os frutos secos são de fácil cultivo, mecanizáveis e rentáveis. Devido às condições edafoclimáticas, desde fatores do meio à influência dos solos nos organismos do reino vegetal, a fileira dos frutos secos pode vir a ser bem-sucedida no concelho aguiarense.

1 COMENTÁRIO

  1. É muito bom assim as pessoas com mais trabalho não têm que imigrar para fora do país e do concelho parabéns… Um abraço duma transmontana

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here