A Proteção Civil Municipal, os Sapadores florestais da Aguiarfloresta e os Bombeiros de Vila Pouca de Aguiar, realizaram, na última sexta-feira, de forma conjunta, uma queimada programada em zona de mato, entre as localidades de Bragado e Adagoi, como forma de prevenção ao avanço dos fogos.

Segundo João Fontes, responsável pela Proteção Civil, esta medida, utilizada como barreira, “impede a progressão dos incêndios em lugares de difícil acesso” e onde o fogo oferece maior resistência aos meios operacionais.

Esta medida já foi aplicada nas freguesias de Telões e Alvão, do mesmo concelho, em zonas habitualmente propícias ao avanço das chamas.

Entretanto, no âmbito do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais (DECIF), já teve início a fase Bravo, que vai desde 15 de maio a 30 de junho.

Prevê-se que na fase Charlie, de 1 de julho a 30 de setembro, estejam no terreno, no total, cinco meios aéreos e cerca de 500 operacionais que vão estar preparados para combater os incêndios florestais no distrito de Vila Real.

chamas2

Notícia na edição nº 37, nas bancas

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here