Tresminas vai receber, entre os dias 23 e 28 de junho, um workshop promovido pelo Curso de Arquitetura Paisagista da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, para divulgação do complexo mineiro romano, alusivo ao tema “A Paisagem do Ouro: um percurso no tempo e no espaço em Tresminas”.

Integrado no workshop, vão realizar-se dois seminários e uma visita de campo ao complexo mineiro, abertos à população, que carecem de inscrição prévia. As atividades são gratuitas, sendo necessária a inscrição para o e-mail lauracosta.ap@sapo.pt. Deverá indicar apenas a que atividades se destina a inscrição e se pretende participar no almoço do dia 23 de junho, na aldeia de Tresminas.

Trata-se do 10º workshop do curso de Arquitetura Paisagista, que aborda, pela primeira vez, a relação entre o património arqueológico e a paisagem. A escolha de Tresminas foi motivada pela dissertação de mestrado de Carla Cunha, licenciada em Arquitetura Paisagista pela UTAD e natural de Vila Pouca de Aguiar, apresentada em fevereiro último, que faz alusão ao complexo mineiro.

Carla Cunha foi recentemente convidada pelo presidente da autarquia, Alberto Machado, para coordenar um grupo de trabalho que levará a efeito o processo de candidatura do Complexo Mineiro Romano de Tresminas e Jales a Património Mundial da Humanidade. A constituição do referido grupo foi aprovada por unanimidade na Reunião de Câmara de 14 de maio.

Nos restantes dias do workshop, até ao dia 27 de junho, os alunos de mestrado de Arquitetura Paisagista da UTAD vão trabalhar em ambiente de atlier, no Parque Rural de Tresminas, acompanhados por docentes e técnicos.

Domingo de manhã, dia 28 de junho, a partir das 10h, os trabalhos dos alunos de mestrado serão expostos no Centro Interpretativo de Tresminas. A exposição será aberta ao público de livre acesso.

Com o tema geral “A Paisagem do Ouro”, o Workshop e tem como principal objetivo desenvolver trabalhos com focos distintos: Plano Geral de Ordenamento da Paisagem ou percursos de visitação; Requalificação das áreas de extração das Minas Romanas de Tresminas; Requalificação da aldeia da Ribeirinha, Requalificação da área envolvente ao Centro Interpretativo de Tresminas.

 

PROGRAMA

 

Terça-feira – 23 de Junho

Seminário 1 – “Tresminas Romana”

10h – Sessão de Abertura (Reitor da UTAD, presidente da CMVPA, presidente AOURO)

10h30

Um novo olhar sobre Tresminas, Carla Cunha (Coord. processo de candidatura do Complexo Mineiro Romano de Tresminas e Jales a Património Mundial da Humanidade, CMVPA)

A Mineração e a Metalúrgica Romana em Tresminas, Carla Martins (UM)

A Geologia e o minério de Tresminas, Alexandre Lima (UP)

À sombra com os Romanos, João Bento (UTAD)

13h – Almoço

15h- Visita ao Museu de Tresminas – Centro de Interpretação Patrícia Machado – AOURO

 

Quarta-feira – 24 de Junho

9h-19h – Vista ao Complexo Mineiro Romano de Tresminas (saída do Parque Rural de Tresminas)

9h-13h

Barragem Romana

Túnel do Pedroso

Condutas

13h – Picnic

15h-19h – Exploração mineira (cortas e galerias)

 

Quinta-feira – 25 de Junho

Seminário 1 – “Ocupação e Uso da Paisagem”

14h30

Paisagem enquanto suporte interpretativo de testemunhos do passado: os sistemas hidráulicos romanos, Mário Fortes (IHC, FCSH)

Conhecer a paisagem com os pés no chão, Carla Cabral (UTAD)

A Requalificação de Aldeias do Algarve – pensar o passado, olhando para o futuro…, Luís Loures (UTAD, IPP)

Outra mudança faz de mor espanto, Henrique Pereira dos Santos (Arq. paisagista)

 

Notícia na edição nº 41, nas bancas

 

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here