Vila Pouca de Aguiar é a freguesia sede do concelho de Vila Pouca de Aguiar, com 3 mil e 303 habitantes (Censos 2011) e perto de 300 fogos, situada no vale de Aguiar. É autarca da freguesia Adelino José Reguengo Machado, eleito em 2013. Para além da sede de concelho, a freguesia inclui no seu território as povoações de Cidadelhe de Aguiar, Freiria, Guilhado, Nozedo e Sampaio.

O executivo da Junta de Freguesia, que realiza um trabalho conjunto bastante salutar, tem requerido à autarquia a realização conjunta de cerca de 20 obras que irão beneficiar as localidades envolvidas. Entre elas, os elementos do executivo destacam uma vedação numa área residencial, junto ao caminho que vai para Freiria, a ligação elétrica para iluminação do lugar da Fonte Nova, a intervenção nas condutas de água junto à Capela de Sampaio, a construção de um largo para a realização de festas na localidade de Nozedo, e a requalificação da Rua Central, em Guilhado, e Rua das Lajes, em Freiria. Há também a intenção manifesta de proceder ao alargamento do cemitério da freguesia.

Trata-se de uma freguesia que, para além do Fundo de Equilíbrio Financeiro (FEF), proveniente do Estado, e o apoio autárquico local, não tem outra forma de rendimento. Todavia, aquando da delegação de competências para limpeza e manutenção de caminhos públicos, por parte da câmara, a freguesia foi a única a recusar a viatura todo-o-terreno. A Junta de Freguesia entendeu, assim, requerer a ajuda da população neste tipo de competências, através da prestação de serviços, “poupando dinheiro e ajudando as pessoas”.

Para além dos prestadores de serviços contratados, a Junta de Freguesia tem uma sede aberta cinco dias por semana, com uma funcionária a tempo inteiro.

Para além do presidente, Adelino Machado, exercerem cargos executivos Fernando Guedes, como secretário, e Anabela Reguengo, tesoureira.

(…)

Reportagem na integra na edição nº 18 de 06 de janeiro de 2015

vpa

1 COMENTÁRIO

  1. Venho por este meio pedir ao Exmo. Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Vila Pouca de Aguiar o favor e se possível for, dar-me notícias de Fernando Sousa Ribeiro que comigo andou na tropa em 1964 e me disse que tinha um talho e que até ía muitas vezes ao Porto ás carnes, (creio ele me ter dito que o talho estava no nome da esposa) e como não tive mais noticias dele, peço mais uma vez se o Sr. Presidente consegue algo dele e me informa, para que eu possa entrar em contacto. Mais, penso que ele esteja ainda vivo pois hoje ele deve ter 72 anos, um muito obrigado por tudo que possa descobrir sobre ele.

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here