Norberto Pires – Presidente da Junta de Freguesia de Vreia de Jales

Vreia de Jales é uma freguesia do concelho de Vila Pouca de Aguiar, com 967 habitantes (censos 2011), situada na Serra da Padrela, a 10 quilómetros a sudeste da sede do concelho. Inclui no seu território os seguintes lugares: Barrela de Jales, Campo de Jales, Cerdeira, Quintã de Jales, Raiz do Monte e Vreia de Jales. Pertenceu ao extinto concelho de Alfarela de Jales até 1853.

O presidente da Junta de Freguesia, Norberto Pires, tomou posse em 2009 e cumpre, agora, o segundo mandato. Considera que o seu trabalho está a correr bem e que tem feito “tudo que está ao alcance” para proporcionar melhor qualidade de vida aos seus cidadãos.

As obras, essas, abrandaram, no segundo mandato. “A requalificação de algumas vias foram concluídas, o saneamento está feito e também alguns arranjos que melhoraram o aspeto da freguesia. São obras feitas e essas esqueço-as no dia seguinte”, referiu.

O que preocupa realmente o autarca é desertificação. A única coisa que poderia combater, a breve trecho, este fenómeno era a reativação da exploração mineira em Jales. “Nesse campo, as coisas estão muito paradas, de momento. Mas tenho esperança que vá reabrir em breve”, referiu.

Fonte-em-Quintã

A visitar

Na freguesia é possível visitar, na Barrela, a Estátua Menir, Ponte do Arco, Capela de S. Jorge, Fonte do Sapo, Fonte do Souto, “Marco da Casa dos Mouros”, Casa dos Almocreves, Fraga da Cabeça das Campainhas, Capela granítica e Cruzeiro (Cruz das Almas).

Na Cerdeira de Jales, Conjunto de Canastros (ao todo são dez canastros típicos numa mega eira de cerca de 3.500 metros quadrados. O espaço, classificado desde 2006 como Imóvel de Interesse Municipal, faz parte do património rural do concelho e foi requalificado recentemente), Capelinha da Senhora dos Aflitos (espigueiros), Capela de São Sebastião e cruzeiro de Pedra.

Em Campo de Jales, a Capela de Santa Cruz, Capelinha da Senhora da Saúde, Casa Solar, Capela de Santo António, torre do elevador metálico, Fonte Nova, Casa de Campo, Minas dos Mouros e Cruzeiro do Senhor dos Bons Caminhos. Em Raiz do Monte, a Barragem do Alto da Presa, Capela de Nossa Senhora das Dores e Capela de S. João.

Finalmente, em Quintã de Jales, a Casa dos Morgados, Murada de Quintã, Capela de Nossa Senhora da Graça, Capela Nossa Senhora do Parto, Capela de Santo Amaro, Museu de Arte Sacra, Capela Nossa Senhora do Rosário, Brasão de Quintã de Jales, seis fontes e dois canastros.

(…)

Reportagem na integra na edição nº 20 de 20 de janeiro de 2015.

Comentar

Please enter your comment!
Please enter your name here