Alto Tâmega e Barroso recebeu mais de 47 milhões de euros no âmbito do Portugal 2022

Alto Tâmega

O Território do Alto Tâmega e Barroso recebeu mais de 47 milhões de euros através do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial (PDCT), no âmbito do Portugal 2020, geridos e monitorizados pela Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega e Barroso (CIMAT), por via do contrato de delegação de competências celebrado entre a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Norte e o Organismo Intermédio da CIMAT. Complementarmente, os municípios desta região canalizaram mais Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) através dos seus quadros de compromissos PARU, PAMUS, PAICD e PROVERE.

Os FEEI assumem um papel crucial no desenvolvimento dos territórios, estando Portugal na sétima posição entre os Estados membros que mais beneficia dos fundos europeus, contudo, ainda existe um grande desconhecimento por parte dos cidadãos da política regional da União Europeia.

Por forma a contrariar esta tendência, e porque uma melhor aplicabilidade dos FEEI também se faz através da sua promoção, dando a conhecer os projetos apoiados, tornando mais visíveis os seus resultados no território e melhor informando as respetivas populações e empresas, a CIMAT apresentou candidatura ao Aviso N° 1/POAT/2022 – Meios e ações de divulgação de projetos e investimentos realizados com os apoios dos FEEI – Portugal 2020.

Esta candidatura visou dar cumprimento ao propósito mencionado anteriormente através do desenvolvimento de seis vídeos, um por cada município do Alto Tâmega e Barroso, onde em cada um deles foram identificadas uma obra privada e uma obra pública mais representativas, registando ainda os testemunhos dos seis autarcas e de seis representantes de empresas de sucesso que captaram apoios financeiros significativos para a região em diversos setores, como o do granito, distribuição, hoteleiro, restauração, entre outros.

Nestes vídeos poderão conhecer melhor as mais-valias que os apoios europeus trouxeram a estes projetos públicos e como isso contribuiu para o desenvolvimento dos municípios do Alto Tâmega e Barroso, por via do testemunho dos respetivos Presidentes de Câmara, e, no caso dos projetos privados que foram apoiados no âmbito do SI2E e do PAPN, a importância que esta verba teve na concretização dos investimentos necessários à modernização das empresas.

Assim, através destes pequenos vídeos, é possível não só dar a conhecer de forma mais intensa o trabalho até então desenvolvido, através da divulgação dos resultados alcançados e assim contribuir para uma perceção positiva sobre a utilização dos FEEI na região, como também inspirar todos os atores deste território a apresentarem candidaturas com valor ao Portugal 2020 ou no próximo PO 2030 capazes de melhorar o crescimento e o emprego, bem como a qualidade de vida da população da região.

Local

Menu