Casa da Tapa: um encontro com a história, no centro de tudo

4030

Abriu, recentemente, após obras de remodelação, uma casa turística em Vila Pouca de Aguiar. A tradição, o conforto e a centralidade são os grandes “pilares” da Casa da Tapa, um Alojamento Local situado no núcleo urbano da sede de concelho.

Localizada junto à Capela do Senhor e ao Parque Florestal de Vila Pouca de Aguiar (na Rua Conselheiro Adriano Gonçalves Pereira), a Casa da Tapa surgiu, para fins turísticos, das mãos de Arnaldo e Luísa Cunha, herdeiros de uma parte das mais antigas residências do concelho.

“A Casa da Tapa entrou na nossa família na segunda metade do século XIX, por mão do Morgado de Cevivas, na freguesia de Tresminas. Através da filha Adelaidinha, a parte que atualmente corresponde ao nº7 passou à geração seguinte, com a nossa querida Tia Lena que, ao casar com o jovem oficial de cavalaria de Ourém e médico, Ruy, deu origem ao ramo de Leiria. A transmissão familiar continuou via sua irmã, Maria do Céu, a cujo filho Arnaldo – meu marido-, os tios decidiram confiar os cuidados futuros da casa”, informou Luísa Cunha, de Lisboa.

Luísa e Arnaldo iniciaram o projeto da Casa da Tapa para partilhar o seu rico património histórico. Em janeiro deste ano abriram as portas desta casa senhorial a todos aqueles que procuram um lugar único para ficar, tanto em história como em conforto e a internacionalmente conhecida hospitalidade portuguesa.

 

Regressar ao século XIX com as comodidades do século XXI

O casal quer aproveitar a “onda” de turismo que tem beneficiado a região norte, em particular o interior do país, apostando, por isso, na centralidade que Vila Pouca de Aguiar oferece. “Aqui estamos no centro de tudo. A cerca de uma hora de viagem temos o Porto e o Aeroporto Internacional, mas também outras localizações, como Douro, Chaves, Espanha, etc. Aproveitando as excelentes acessibilidades, podemos chegar a qualquer lado em pouco tempo, mas também o que de bom Vila Pouca de Aguiar tem para oferecer”, reconheceu Arnaldo Cunha.

O casal considerou que o concelho está servido de “excelentes” redes viárias, infraestruturas e valências culturais e desportivas, mas que precisam de maior dinamização, mas, principalmente, ter a capacidade de atrair público, devendo aproveitar, para isso, a referências Douro e Porto.

A Casa da Tapa pode acomodar confortavelmente até 6 pessoas. Tem três quartos, duas salas com lareira, sala de jantar para 10 pessoas, cozinha com forno, micro-ondas, cafeteira e chaleira e casa de banho totalmente equipadas. Há também uma saleta com salamandra, TV de cabo, aparelhagem de som, jogos e uma pequena biblioteca. Toda a casa tem cobertura Wi-Fi, essencial nos dias que correm. No exterior há um pátio e uma grande área de relvado, com churrasqueira e mobiliário exterior, perfeito para refeições e eventos. Oferece ainda a utilização de bicicletas para maior mobilidade.

A residência está vocacionada para receber turistas de todo o mundo, sendo que, no passado mês de março, hospedou um grupo de franceses que participou numa prova de BTT em Vila Pouca de Aguiar. Possui um site na Internet (www.casadatapa.com) e está inscrita nos principais portais online de reservas turísticas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here