Pensalvos e Parada de Monteiros: “Ser a única mulher não me torna especial”

763

Ana Maria Alves – Presidente da União de Freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros

A União de Freguesia de Pensalvos e Parada de Monteiros foi constituída em 2013, após o último ato eleitoral autárquico, resultante da extinção ou agregação das freguesias de Pensalvos e Parada de Monteiros. Integram o seu territórios os lugares de: Pensalvos, Soutelo de Matos, Cabanes, Parada de Monteiros e Pielas.

A freguesia, que é das maiores do concelho em termos geográficos, é da responsabilidade da única mulher presidente de Junta em Vila Pouca de Aguiar. Ana Maria Alves tomou posse em 2013, mas há dois mandatos que exercia o cargo de secretária.

Não se sente propriamente especial por ser a única mulher, mas reconhece o carinho e o respeito por parte dos restantes colegas. “Através da lei da paridade, já há muitas mulheres na política. Não me sinto especial por isso. Somos todos iguais”, referiu.

No que respeita a agregação das duas freguesias, a autarca reconhece que, da parte de Parada de Monteiros, a acomodação de eleitores não teve um impacto muito grande (48 habitantes em toda a freguesia, sendo que Pielas possuía apenas 10), mas ao nível do território sentiu-se mais as consequências. “Temos um território muito vasto. Dos maiores do concelho. Todas as aldeias têm conselho diretivo e há muito trabalho a fazer ao nível da floresta, por exemplo. Maior área implica mais competências e maior responsabilidade”, disse.

Igreja-Pensalvos

Igreja de Pensalvos é bandeira da freguesia

A freguesia é riquíssima em património. A Igreja de Santa Eulália de Pensalvos está reconhecida por Bruxelas e é sobejamente conhecida culturalmente.

Para além disso é possível visitar, em Pensalvos, o Povoado Paredes dos Mouros, Castro, Castelo, Solar (A Casa do Cabo), Museu dos Coches (particular), Solar da família Borges Montalvão, Casa Martins Aguiar (conhecida como dos Canavarros) e o cruzeiro.

Em Cabanes, a Capela de Santa Bárbara, monumentos megalíticos, Penedo Branco (arte rupestre) e Nossa Senhora do Minheu.

Em Soutelo de Matos, o Castro do Ribeiro Seco, “Forno dos Mouros”, Canastros, Fonte de Mergulho, Capela de Santo André, Cruzeiro e Moinho de água.

Em Parada de Monteiros, o Relógio do Sol, Canastros, Capela de Nossa Senhora Maria Auxiliadora, Igreja de S. Pedro e Capela de Nossa Senhora dos Aflitos.

Por fim, em Pielas, a Capela de Nossa Senhora Auxiliadora.

(…)

Reportagem na integra na edição nº 12 de 25 de novembro de 2014

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here