Diocese de Vila Real comunica afastamento do Padre Manuel Machado

Local

Pároco de Parada de Monteiros, Pensalvos e São Martinho de Bornes

A Diocese de Vila Real comunicou que recebeu do coordenador da Comissão para a proteção de menores da Diocese de Lisboa a informação da existência de uma denúncia de eventuais abusos de menores ocorrido há alguns anos naquela Diocese. O caso envolverá o Padre Manuel José Moura Machado, ordenado em Lisboa em 1985 e incardinado na Diocese de Vila Real em 2011.

O referido sacerdote “foi informado desta denúncia e afastado de toda a atividade pastoral“. Em cumprimento das orientações em vigor, “será iniciada uma investigação prévia e feita a comunicação às autoridades judiciais competentes“.

Nascido em 1956, o Padre Manuel José Moura Machado era Pároco de Parada de Monteiros, Pensalvos e São Martinho de Bornes, no Arciprestado de Centro II, que corresponde ao concelho de Vila Pouca de Aguiar.

“Neste momento de profunda tristeza invocamos a Deus, misericordioso e justo, para que ampare as possíveis vítimas e os eventuais implicados neste caso”, escreveu a Diocese.

Padre Marco Amaro vai acumular paróquias

“Havendo necessidade de prover o cuidado paroquial das Paróquias de Parada de Monteiros; Pensalvos; São Martinho de Bornes, devido ao afastamento de toda a actividade pastoral do anterior pároco, hei por bem nomear o Padre Marco Paulo Monteiro Amaro, Administrador Paroquial das suprarreferidas Paróquias no Arciprestado de Centro II, acumulando com as paróquias que já tinha a seu cuidado (Bragado, Capeludos, Valoura e Vreia de Bornes), com todos os direitos e deveres estatuídos no Código de Direito Canónico”, informou D. António Augusto de Oliveira Azevedo, Bispo da Diocese de Vila Real.

Local

Menu