Associação que representa sete baldios conta com equipa de sapadores florestais

Data:

Foi apresentada, no passado dia 3 de dezembro, a equipa de sapadores florestais do Agrupamento de Baldios de Terras de Aguiar, uma associação constituída por sete Conselhos Diretivos de Baldios do concelho, formalizado como associação há cerca de um ano.

Esta coletividade, com sede em Vila Pouca de Aguiar, tem como objetivo realizar trabalhos na área da silvicultura, de gestão florestal e de prevenção de fogos florestais, nos terrenos dos sete baldios que o constituem. Para isso, tem ao seu dispor uma equipa técnica e de profissionais na área florestal, apoiados por uma viatura todo-o-terreno. “O Agrupamento de Baldios das Terras de Aguiar tem, nos seus quadros, um técnico florestal, uma administrativa e uma equipa de sapadores florestais. Queremos maximizar os recursos humanos e repartir esse encargo pelos baldios que a constituem”, confirmou Manuel Borges Machado, presidente do Agrupamento de Baldios.

O trabalho executado pelos sapadores florestais será, essencialmente, na prevenção de fogos florestais, como a realização de faixas de contenção, na rede primária e secundária. Além disso, estarão disponíveis, no período do verão, para apoiar no combate aos fogos florestais, nomeadamente na prevenção e na vigilância.

Com o apoio, em termos de financiamento, do Fundo Florestal Permanente, do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), o agrupamento tem como objetivo primordial, além da proteção da mancha florestal dos baldios, a fixação de pessoas no concelho, através da criação de vários postos de trabalho.

De referir que o Fundo Florestal Permanente, que permitiu a criação desta entidade, fundamenta-se em “apoiar a estratégia de planeamento e gestão florestal, a viabilização de modelos sustentáveis de silvicultura e de ações de reestruturação fundiária, as ações de prevenção dos fogos florestais, a valorização e promoção das funções ecológicas, sociais e culturais dos espaços florestais, e ações específicas de investigação aplicada, demonstração e experimentação”.

Partilhar

Últimas

Artigos relacionados
Relacionado

Casa da Eira: retiro edílico transformado em alojamento local

O pós-pandemia despertou os viajantes para os encantos de...

Autarquia com selo de mérito pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais

O projeto da autarquia Aguiar Cuida foi reconhecido pelo...

Lançamento do Martelo: Joel Borges conquista medalha bronze em nacional sub-18

O atleta do CTM Vila Pouca de Aguiar, Joel...

Vila Pouca de Aguiar marca presença na Bolsa de Turismo de Lisboa 2024

Vila Pouca de Aguiar vai participar na Bolsa de...