CIMAT promoveu ações de informação e sensibilização sobre gestão de combustíveis

Alto Tâmega

No âmbito da Ação 3 do Projeto apresentado ao Aviso NORTE-14-2019-26 – “Proteção Contra Risco de Incêndios – Equipamentos destinados à proteção de aglomerados populacionais e implementação de campanha de Informação e Sensibilização no Alto Tâmega”, a Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) promoveu 24 ações de Informação e Sensibilização, realizadas pelas Organizações de Produtores Florestais locais nos seis concelhos do Alto Tâmega, nos dias 17, 18, 21 e 22 de fevereiro.

De acordo com o previsto na Ação 3 do projeto, foram realizadas um conjunto de ações adaptadas às necessidades locais, onde foram transmitidas mensagens de incentivo à realização da gestão de combustível junto de aglomerados populacionais, incitando a comportamentos seguros na eliminação de sobrantes, bem como noções e conceitos necessários à gestão do risco de catástrofes, na componente da proteção civil.

Com a promoção destas ações pretendeu-se: aumentar a proteção das edificações e dos aglomerados populacionais; dar a conhecer as medidas de prevenção e de autoproteção; divulgar as restrições e condicionamentos vigentes durante os períodos de risco elevado de incêndio florestal e contribuir para a mudança de atitudes e redução de comportamentos de risco e do número de ignições.

Na demonstração prática foi explicado como fazer uma queima em segurança, desde a preparação da área com a criação da faixa de segurança, localização e dimensão do amontoado, formas de ignição, precauções face às condições meteorológicas, até à verificação da sua efetiva extinção.

Sensibilizou-se ainda a população para as regras de segurança e manuseamento de maquinaria e de ferramentas moto-manuais, alertando para os riscos mais comuns na sua utilização e manutenção, e para as condições meteorológicas, em particular para as situações de risco de incêndio, bem como quais as condicionantes que lhes estão associadas e a aplicação de coimas.

Durante as ações de informação e sensibilização foram também distribuídos folhetos sobre “Como fazer uma queima em segurança”, “Alternativas à queima de sobrantes” e “Medidas de proteção dos edifícios contra incêndios florestais”.

No total foram realizadas 24 ações de sensibilização pelos seis municípios (Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar) que compõem a CIMAT.

Local

Menu