Encontro de Matilhas angariou mais de 4200 euros para instituição de solidariedade social em Valpaços

Alto Tâmega

No domingo antes do Natal, dia 14 de dezembro, monteiros, amigos e utentes da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPCDM) de Valpaços, reuniram-se num evento solidário que resultou em 4288 euros a favor da instituição de solidariedade social valpacense.

Tratou-se do 14º Encontro de Matilhas, que já apoio famílias carenciadas, associações humanitárias, já serviu até para comprar uma ambulância todo-o-terreno para os bombeiros poderem atender a emergências, onde os acessos não são favoráveis, entre muitas outras causas.

Na edição deste ano, que teve lugar em Veiga de Lila, no concelho de Valpaços, participaram mais de 185 caçadores e matilheiros, naquele que é um dos eventos cinegéticos mais nobres da região.

“Todos os anos realizamos o evento num concelho diferente, para conseguirmos abranger todo o tipo de carências. Quando é escolhido o local contamos com o apoio da comunidade para nos indicar a instituição de solidariedade social que pretendemos ajudar”, explicou Valter Cadavez, o mentor do evento.

A APPCDM de Valpaços foi a instituição escolhida este ano, que recebeu das mãos dos caçadores e matilheiros 4288 euros. “Este valor vai ser útil para a continuação do bem-estar dos utentes, já que este tipo de instituições vive muitas vezes da boa vontade das pessoas, autarquias e empresários locais”.

Este foi o 14º Encontro Solidário, interrompido em 2020 e 2021 devido à situação pandémica. A primeira vez realizou-se em Talhas, no concelho de Macedo de Cavaleiros, no ano de 2006. Durante estes 16 anos percorreu toda a região transmontana, mas também fora, visto que já se realizou no distrito da Guarda.

Para Valter Cadavez, além do espírito solidário que os move, este evento é uma forma de “alterar a visão da sociedade” em relação aos caçadores, matilheiros e a toda a atividade cinegética em geral.

“A opinião pública observa o caçador e o matilheiro de uma forma menos favorável e queremos provar a essa massa crítica que estamos na pegada certa a nível social e ambiental”, rematou o responsável.

O local do evento do próximo ano só será revelado quando forem oficializados os calendários de caça, por volta do mês de maio de 2023, mas Valter Cadavez ambiciona que se realize no concelho de Mirandela, de onde é natural.

A edição deste ano contou com o apoio da Câmara Municipal de Valpaços, Junta de Freguesia de Veiga de Lila, Clube de Caça e Pesca de Veiga de Lila, Valpaços – essência natural e Outdoor Barreiras.

Daniela Parente

Local

Menu