Mina do Barroso: um projeto onde todos ganham

Alto Tâmega

*Publicidade

A Mina do Barroso é um projeto indispensável para o futuro da região, de Portugal e da União Europeia. Este projeto é um exemplo paradigmático daqueles investimentos em que todos podem ficar a ganhar – desde os investidores às comunidades locais – e partilhar benefícios.

Na verdade, uma discussão séria e honesta tem necessariamente de concluir que, neste projeto, todos vão poder extrair benefícios consideráveis.

Vejamos: a Mina do Barroso é atualmente o projeto de exploração de espodumena de lítio mais significativo na Europa Ocidental, logo vital para uma eficaz transição para energias limpas e sustentáveis. Dito de outro modo, é um projeto decisivo para a sustentabilidade ambiental e para a Europa.

Por outro loda, os impactes socioeconómicos muito positivos que vai trazer para a região de Boticas fazem com que este projeto seja não só decisivo para as comunidades e negócios locais, como para o país. Serão investidos cerca de 110 milhões, criados 215 empregos diretos, e 500 a 600 indiretos. Um investimento adicional de 7 milhões de euros, durante a vida útil da mina, será realizado para benefícios diretos para as comunidades locais.

E tudo com impactes ambientais reduzidos, que podem ser eliminados ou mitigados, tal como demonstra o Estudo de Impacte Ambiental que está em consulta pública. Ainda no âmbito ambiental, está previsto um investimento de mais de €15 milhões em medidas para eliminar ou reduzir potenciais impactes sociais e ambientais.

O Centro de Informação à comunidade, em Covas do Barroso, foi reaberto e conta com uma novidade: uma maqueta 3D do projecto, permitindo perceber como o projecto será construído e como será a sua implantação no local, dando uma perspectiva mais aproximada da realidade. Uma vez que o projecto se encontra ainda em fase de estudo prévio, a maqueta poderá ser adaptada às possíveis alterações necessárias, com três opções alternativas, podendo ainda, caso seja aprovado, serem propostas outras alterações.

Neste espaço, todos podem ficar a conhecer os detalhes do compromisso da Savannah em desenvolver um projeto sustentável e responsável, que trará valor acrescentado para a região e para as suas comunidades.

Mas o acesso à informação não acaba aqui. Existe o site www.minadobarroso.pt, que é constantemente atualizado, os boletins informativos, enviados regularmente à comunidade com informações sobre o projeto, e ainda diversos conteúdos promovidos nos meios de comunicação social locais.

Tudo para permitir que todos os interessados possam aceder ao maior número de informação possível sobre os méritos do projeto.

Os pilares da Savannah são claros: partilha e transparência.

Partilha de benefícios, de informação e de soluções para as preocupações de todos. Transparência sobre objetivos, implementação e execução do projeto.

Em suma, o projeto é viável do ponto de vista ambiental. É essencial para uma transição para energias limpas e é um farol de desenvolvimento económico e social para a região. Tudo isto com o compromisso da Savannah para mitigar e eliminar impactes negativos e desenvolver, em conjunto com as comunidades locais, um plano de partilha de benefícios e um plano de boa vizinhança.

Está previsto um investimento de mais de €15 milhões em medidas para eliminar ou reduzir potenciais impactes sociais e ambientais.

O Centro de Informação à comunidade, em Covas do Barroso, foi reaberto e conta com uma novidade: uma maqueta 3D do projecto, permitindo perceber como o projecto será construído e como será a sua implantação no local, dando uma perspectiva mais aproximada da realidade.

Investir em Boticas

A par dos investimentos previstos nas infraestruturas e monitorização ambiental, a Savannah assume também o seu compromisso com a comunidade local, contemplando no EIA o Plano de Partilha de Benefícios e o Plano de Boa Vizinhança, que trarão importantes mais valias para as comunidades locais. Com base nestes Planos, preveem-se investimentos adicionais na região e ainda a partilha de serviços e infraestruturas com as comunidades.

Local

Menu