Movimento K9 surge em Vila Pouca de Aguiar para promover a educação canina e o bem-estar dos cães

Data:

Para os amantes de cães surgiu em Vila Pouca de Aguiar uma parceria improvável, mas extremamente inspiradora. Bruno Pinto, um jovem de 31 anos, e António Ferreira, de 43 anos, são dois amigos determinados e apaixonados pelo que fazem: a educação canina.

Juntos fundaram o Movimento K9, uma iniciativa que visa promover o bem-estar dos cães e das pessoas dedicadas a ter uma companhia canina.

“Somos dois amigos decididos e apaixonados pelo que fazemos. Temos as mesmas convicções na luta pelo bem-estar dos cães e das pessoas que se dedicam a ter uma companhia canina”, contam.

A história de Bruno Pinto é marcada pela adversidade. Em 2014, aos 31 anos, regressou da Suíça e foi morar para Viseu, após ter sido diagnosticado com uma Doença Inflamatória Intestinal (DII) – a doença de Crohn. Embora tenha trabalhado como gestor, foi em Portugal que encontrou uma nova forma de vida.

Sentindo uma forte ligação afetiva com os cães, Bruno decidiu criar uma escola e dedicar todo o seu tempo a adquirir formação e conhecimento na área da educação canina.

O formador aguiarense colabora ativamente com o Movimento #ibdfam, um grupo ativista e de sensibilização para as DII, criado por um conjunto de doentes que se uniram com esse objetivo.

“O Movimento K9 nasce nessa mesma colaboração, a pensar levar a sensibilização desta patologia mais longe”, explicou.

Para Bruno, a sua profissão e o amor pelos cães não são apenas uma terapia, mas também uma motivação diária na sua jornada com a doença de Crohn. “Vejo nos patudos uma fonte de inspiração para enfrentar os desafios diários e superar as dificuldades”.

Em 2022, rumou a Vila Pouca de Aguiar, a sua terra natal, onde reencontrou António Ferreira.

António, por sua vez, retornou à sua terra após 22 anos. Com 43 anos, iniciou a sua carreira cinotécnica na Força Aérea Portuguesa, em 2000.

Em Lisboa, António encontrou a equipa de desporto canino “No Stress Dog’s Team”, da qual faz parte até os dias de hoje. Ali alcançou um dos seus grandes objetivos ao levar um cão de porte pequeno e sem raça definida ao primeiro lugar do pódio no Campeonato Nacional de 2013 de Obediência, na Classe 1.

“Na sequência desta vitória novas oportunidades surgiram, desde o apoio a terapias assistidas com cães a crianças portadoras de deficiência até a realização do Projeto “Bô Caçó” em São Tomé e Príncipe, que consiste em recuperar cães abandonados e mal tratados, através de uma equipa de jovens com surdez que se sentem excluídos da sociedade. No entanto está suspenso por falta de apoio financeiro”, contou António.

Parceria dá também resposta aos interesses dos cidadãos aguiarenses

“O Movimento K9 surge em Vila Pouca de Aguiar como uma necessidade de unir esforços para desenvolver a atividade de educação canina e atender aos interesses dos cidadãos aguiarenses”, revelaram.

Bruno Pinto, com a sua vasta experiência e formação na área, começou a realizar sessões de treino para os donos e para os seus cães num espaço próprio. “Os resultados foram surpreendentes e promissores, despertando a esperança de um futuro brilhante tanto na educação canina como na competição”.

Com o empenho e dedicação de Bruno, a No Stress Dog’s Team, equipa da qual António também faz parte, conquistou inúmeras vitórias em campeonatos nacionais de representações desportivas caninas.

A mais recente e significativa delas foi alcançada no dia 4 de junho, com a conquista do 1º lugar na Taça de Portugal na modalidade de Mondioring, na classe 1. Esse feito ressalta a competência e o talento dos membros do Movimento K9, bem como a importância da parceria estabelecida entre Bruno e António.

No entanto, o trabalho do Movimento K9 não se limita apenas à competição. Há novos projetos em vista, todos relacionados ao objetivo de promover a educação canina e o bem-estar dos cães. “Esses projetos aguardam a aprovação das entidades competentes”.

O Movimento K9 é uma prova viva de que a paixão, a determinação e a união de pessoas dedicadas podem fazer a diferença na vida dos animais e na comunidade.

Bruno Pinto e António Ferreira são verdadeiros exemplos de como superar adversidades pessoais e transformar a sua paixão em ações concretas que beneficiam todos.

Enquanto o Movimento K9 continua a crescer e a desenvolver-se, espera-se que mais pessoas se juntem a essa causa nobre. A educação canina não é apenas uma forma de melhorar a relação entre os cães e os donos, mas também de promover a harmonia e a compreensão entre seres humanos.

Em Vila Pouca de Aguiar, Bruno Pinto e António Ferreira estão a construir um legado inspirador, deixando uma marca positiva na vida de muitos cães e pessoas.

Atualmente, o centro de treinos canino está localizado em Pedras Salgadas, na Estrada Nacional 2, junto à Serralharia de Construção Civil, GOBAR.

Daniela Parente

Partilhar

Últimas

Artigos relacionados
Relacionado

Casa da Eira: retiro edílico transformado em alojamento local

O pós-pandemia despertou os viajantes para os encantos de...

Autarquia com selo de mérito pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais

O projeto da autarquia Aguiar Cuida foi reconhecido pelo...

Lançamento do Martelo: Joel Borges conquista medalha bronze em nacional sub-18

O atleta do CTM Vila Pouca de Aguiar, Joel...