Ponte de Arame: Iberdrola vai apresentar soluções até ao final do mês

Local

A XX reunião da Comissão de Acompanhamento Ambiental do Sistema Electroprodutor do Tâmega, agendada para 24 de junho, realizou-se por via on-line. Nesta reunião, o presidente da autarquia abordou o tema da Ponte de Arame, entre Monteiros e Veral, admitindo que será “intolerante” com os prazos para a apresentação de solução, que decorrer até ao final do mês.

A Iberdrola informou o autarca que, até ao final do mês de junho, irá entregar um estudo prévio referente à passagem Monteiros – Veral, para que o mesmo possa ser analisado pelos municípios.

Alberto Machado falou, também, da necessidade da Iberdrola, responsável pelo empreendimento das barragens, tal como as respetivas compensações, assegurar resposta às reclamações sobre a manutenção de casas afetadas pelas obras das barragens.

O autarca mencionou, ainda, a falta de manutenção das estradas utilizadas no âmbito do Sistema Eletroprodutor do Tâmega: o novo piso na estrada municipal 548 até Pensalvos e daqui até Parada de Monteiros, utilizada no acesso à barragem do Alto Tâmega; pavimentação do troço entre o novo acesso pelo coroamento da barragem no Alvão e a aldeia de Gouvães.

Nesta reunião de 23 de junho foram abordados vários assuntos, entre os quais, o cronograma de trabalhos, em síntese: Início de enchimento da albufeira de Gouvães e exploração hidroelétrica de Gouvães e Daivões (2021), encerramento da pedreira de Gouvães (2022), início de enchimento da albufeira de Alto Tâmega (2023) e respetiva exploração hidroelétrica (2024).

Local

Menu