Ribeira de Pena: Menir de Pedra d’Anta de Alvadia em vias de classificação

Alto Tâmega

Foi publicado em Diário da República o anúncio de abertura do procedimento de classificação do Menir de Pedra d’Anta, em Alvadia, no concelho de Ribeira de Pena, pela Direção-Geral do Património Cultural.

Este procedimento surge na sequência do pedido de abertura solicitado pelo Município de Ribeira de Pena junto da Direção Regional de Cultura do Norte no início de 2019, no âmbito do encerramento do Ano Europeu do Património Cultural.

O aviso agora publicado refere ainda que o menir e os imóveis localizados na zona geral de proteção, de 50 metros em redor contados a partir dos limites externos, ficam abrangidos pelas disposições legais de proteção em vigor. Refere ainda que “os interessados poderão reclamar ou interpor recurso hierárquico do ato que decide a abertura do procedimento de classificação, nos termos e condições estabelecidas no Código do Procedimento Administrativo, sem prejuízo da possibilidade de impugnação contenciosa”.

O Menir de Alvadia é um menir de grande dimensão, classificado como possível estátua-menir, localizado nas proximidades da aldeia de Alvadia, numa zona aplanada da Serra do Alvão. Possui mais de 4 metros de comprimento e um conjunto de gravuras rupestres nas faces, caraterísticas que o colocam no patamar cimeiro deste tipo de estruturas megalíticas no contexto da Península Ibérica. O menir encontra-se retirado da sua posição original, estando neste momento o Município a programar o seu futuro restauro e o regresso à posição vertical.

Autor

Menu