Vila Pouca de Aguiar com Área Integrada de Gestão da Paisagem

Local

Foram aprovados e assinados, no passado dia 19 de julho, 47 contratos-programa nacionais que integram o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), um mecanismo que integra um conjunto de apoios da União Europeia, para a recuperação económica pós-pandemia.

O presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado, acompanhado por Duarte Marques, presidente da direção da Aguiarfloresta, marcaram presença em Pampilhosa da Serra, assinando um contrato para Área Integrada de Gestão da Paisagem. A cerimónia presidida pelo Primeiro-Ministro, António Costa, estando presentes o ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, o secretário de Estado das Florestas, João Paulo Catarino, e mais representantes do setor florestal.

Para António Costa, “esta é uma oportunidade que estes municípios souberam já agarrar. Através destas 47 áreas pretendemos iniciar a reestruturação do setor florestal com aproveitamento e concretização do PRR”.

Alberto Machado sublinhou que a candidatura vai trazer mais valor ao concelho. “A candidatura que propusemos para aprovação, que resulta na assinatura deste contrato-programa, sem qualquer dúvida, aporta valor para o nosso concelho e irá permitir novas oportunidades de criar rendimento, em simultâneo, com preservação da nossa paisagem tradicional”, referiu o autarca, acrescentando que é só por si, garantidamente, “uma mais-valia para o território”.

Duarte Marques acredita, por sua vez, que o projeto de envolvimento entre privados e entidades públicas “permitirá definir o procedimento para uma paisagem de excelência, também mais rentável e mais protegida dos incêndios”.

As Áreas Integradas de Gestão da Paisagem visam dar resposta à necessidade de ordenamento de área florestal que promova a resiliência aos incêndios e a promoção da encomia rural. Para tal, serão criadas as condições necessárias para executar um modelo de gestão suportado por um programa multifundos de longo prazo, que disponibiliza apoios ao investimento às ações de manutenção e gestão ao longo do tempo e à remuneração dos serviços dos ecossistemas locais.

Local

Menu