Vila Pouca de Aguiar marca presença na Bolsa de Turismo de Lisboa

Alto Tâmega

A Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) arrancou ontem, dia 16 de março, após uma interrupção de dois anos devido à pandemia, com as expectativas em alta para a recuperação do setor em 2022. Nesta 32.ª edição da BTL, a organização escolheu o Porto e Norte como o destino nacional convidado.

Além do destaque para a região Norte, até ao próximo domingo, os municípios do Alto Tâmega (Boticas, Chaves, Montalegre, Valpaços, Vila Pouca de Aguiar e Ribeira de Pena) estão a ser promovidos enquanto destinos turísticos, através do stand da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT).

Ao longo de cinco dias, são esperados mais de 70 mil visitantes na BTL, num certame em que o território do Alto Tâmega, e os concelhos que o compõem, vão promover a sua gastronomia, águas, vinhos, património e eventos.

O Município de Vila Pouca de Aguiar está representado não só no stand da CIMAT, como também nos espaços de promoção da Rota da Estrada Nacional 2 e da Federação Portuguesa do Caminho de Santiago. Ana Rita Dias, vice-presidente da autarquia aguiarense, com o pelouro do Turismo, informou que o território, presente em três locais distintos da feira, promove, simultaneamente, a gastronomia, o termalismo e a natureza. “Estamos presentes no stand da CIMAT com degustações, em particular dos doces e pastéis de Aguiar e ainda a Amora de São Geraldo. Temos também a Águas das Pedras Salgadas, o mel, entre outros produtos gastronómicos que caracterizam o território”, referiu.

Para além da vertente gastronómica, estão a ser divulgados percursos pedestres e os centros interpretativos de Jales e de Tresminas. “É uma boa oportunidade para promover o território concelhio que pode ser visitado, e que envolve a gastronomia, o património, o termalismo e natureza”, disse.

De referir que os cerca de 1.400 expositores da BTL espalhados por quatro pavilhões, no Parque das Nações, em Lisboa, abriram com a expectativa de conseguir voltar já este ano a níveis próximos dos registados em 2019, o melhor ano do turismo nacional.

Local

Menu