CIM lança Observatório de dados do Alto Tâmega

Data:

A Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT) apresenta o seu mais recente projeto – o Observatório de dados do Alto Tâmega, assente numa Infraestrutura de Dados Espaciais para a Região do Alto Tâmega. Esta é uma plataforma de partilha e gestão da informação, em rede, com a capacidade de agregar e tratar todo o tipo de informação, num único canal.

O Alto Tâmega possui uma quantidade elevada e dispersa de informação geográfica e de difícil acesso. Com a criação do Observatório do Alto Tâmega disponível em https://sig-altotamega.pt/, pretende-se alterar este paradigma, no sentido de o território passar a ter uma plataforma agregadora de informação, capaz de responder a várias necessidades e eliminando também redundâncias.

A arquitetura do software da plataforma foi definida em função de um conjunto de eventuais necessidades de informação, cruciais para uma resposta mais eficiente. Estas deram origem a um conjunto de categorias como: Economia, Ambiente, Elevação, Mapas Base, Localização, Planeamento, População, Edificado, Transportes, entre outras.

O objetivo principal do IDE do Observatório do Alto Tâmega, é a possibilidade de fomentar a criação de fluxos de trabalho de produção e atualização da informação, e a criação de redes de utilizadores técnicos, com objetivos comuns, os quais beneficiarão da das redes de conhecimento e partilha de informação.

A plataforma está a ser alimentada com recurso a dados que a CIMAT possui em arquivo, adquiridos em estudos prévios e herdados da Associação de Municípios do Alto Tâmega, e com dados de cada um dos municípios do Alto Tâmega. Apesar destes recursos e de ser espectável que vários intervenientes (municípios, empresas, etc.) contribuam com dados para a plataforma, verificou-se a necessidade de realizar um conjunto de levantamentos essenciais para o seu bom funcionamento, tendo em conta o desafio das novas competências da CIMAT.

A CIMAT assume-se assim como organismo coordenador na implementação e gestão da infraestrutura de dados para a região do Alto Tâmega e, através desta, facilitar e melhorar o acesso a um conjunto de dados essenciais para o desenvolvimento económico da região, de uma cidadania mais participada e informada, melhorando a qualidade e quantidade de dados disponíveis e sua homogeneização.

Esta plataforma disponível em sig-altotamega.pt possui neste momento 80 camadas para acesso livre e mais de 300 camadas para utilizadores registados.

O Observatório do Alto Tâmega resulta da candidatura ao aviso NORTE-50-2016-12 – Promoção das TIC na Administração e Serviços Públicos.

Partilhar

Últimas

Artigos relacionados
Relacionado

Casa da Eira: retiro edílico transformado em alojamento local

O pós-pandemia despertou os viajantes para os encantos de...

Autarquia com selo de mérito pelo Movimento Cuidar dos Cuidadores Informais

O projeto da autarquia Aguiar Cuida foi reconhecido pelo...

Lançamento do Martelo: Joel Borges conquista medalha bronze em nacional sub-18

O atleta do CTM Vila Pouca de Aguiar, Joel...