Covid-19 em Vila Pouca de Aguiar: “Corporação de bombeiros vai assegurar a sua missão de socorro”

Local

No dia em que a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar anunciou que quatro bombeiros da Associação Humanitária do concelho se encontram infetados com Covid-19, a corporação aguiarense emitiu um comunicado, através da rede social Facebook, onde garantiu a continuidade dos serviços prestados à comunidade.

“Este Corpo de Bombeiros irá assegurar a continuação da sua missão de socorro, dentro e fora do nosso concelho. Reforçamos ainda que a nossa capacidade operacional de resposta às diversas solicitações se mantém, pelo que preservamos a nossa posição na linha da frente do socorro e da defesa da população, principalmente, junto dos aguiarenses”, pode ler-se na mensagem da rede social.

De relembrar que, com o registo de um bombeiro infetado, a Associação Humanitária, em colaboração com o município aguiarense, procederam à realização de 33 testes aos bombeiros de serviço, tendo-se registado mais três operacionais que acusaram positivo. As quatro pessoas infetadas estiveram ao serviço no quartel e estão em isolamento num espaço indicado pelo município.

A corporação adiantou ainda que “somente dois operacionais apresentam sintomatologia associada a esta doença”.

Neste momento há oito casos ativos de infeção pelo novo coronavírus no concelho de Vila Pouca de Aguiar e cinco pessoas aguardam resultado laboratorial.

Para além disso, nos seis concelhos do Alto Tâmega há, neste momento, 46 casos ativos do Covid-19, de acordo com o Boletim Epidemiológico extraordinário da Unidade de Saúde Pública do ACES Alto Tâmega e Barroso, publicado no dia 15 de setembro.

Daniela Parente

Autor

Menu