Francisco Rodrigues dos Santos recebido em Vila Pouca de Aguiar

Local

O líder do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, foi recebido na passada quinta-feira, dia 2 de junho, em Vila Pouca de Aguiar, no âmbito do Ciclo de Conferências da Juventude, organizado pela Youth Academy. Em reunião com o presidente da Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, Alberto Machado, o líder centrista ouviu alguns dos desafios para as regiões do interior.

Numa visita ao distrito de Vila Real, a comitiva do presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, foi recebida nos Paços do Concelho de Vila Pouca de Aguiar, para um encontro que convergiu para a urgência em desenvolver o interior do país.

O presidente da Câmara Municipal, Alberto Machado, destacou algumas “notas discriminatórias dos territórios de baixa densidade”. O autarca aguiarense mostrou-se contra o encerramento de serviços, como postos da GNR, dependências bancárias ou correios, lembrando que “onde há território deve haver presença do Estado”.

Alberto Machado, defendeu ainda que as decisões dos apoios para a agricultura não devem estar centralizadas em Lisboa, e que essa estratégia “não tem conseguido promover o desenvolvimento territorial”.

A atribuição de verbas através dos quadros comunitários também mereceu as críticas por parte do autarca aguiarense. “O Alto Tâmega é o segundo território do país com menor rendimento per capita. O desenvolvimento do território tem que ser feito de dentro para fora”.

O presidente do CDS-PP concordou que “o Estado está cada vez mais centralizador” afirmando que ocupa o terceiro lugar no ranking da União Europeia, no que concerne aos graus de centralismo orçamental no conjunto dos países europeus da OCDE.

DP

(Reportagem completa na edição nº 288, de 7 de julho de 2020)

Relacionadas

Aguiarenses no Primeiro Torneio de Preparação AAVR
Quinchoso dos Bentos: uma típica casa transmontana, com um toque contemporâneo

Autor

Menu