Investimento de 300 mil euros em regeneração florestal

Local

Plantação de folhosas de espécies autóctones, mais capacidade de acolhimento de fauna em matagal e melhoria de florestas de ribeira e outras formações florestais estão entre as prioridades para a regeneração florestal, cujo investimento é, atualmente, de 316.361 euros.

A este propósito, a Câmara Municipal de Vila Pouca de Aguiar, representada por Alberto Machado, tem acordado com a execução das medidas junto dos representantes das comunidades locais, tendo já protocolado com os Conselhos Diretivos de Baldios de Monteiros, Capeludos, Parada de Monteiros, Telões, Pontido e Castelo.

As medidas de compensação de fauna e flora sustentadas estão a ser implementadas, na sequência de protocolo entre a Câmara Municipal e a Iberdrola que detém o Sistema Eletroprodutor do Tâmega. A esse nível, já foram efetuados vários investimentos no Alvão.

Refira-se que os investimentos financiados abrangem a intervenção inicial, relacionada com a plantação (preparação do solo, aquisição da planta e consequente plantação), bem como ações de manutenção a executar conforme as necessidades registadas nas parcelas intervencionadas

Local

Menu