Arranque positivo para André Pires no Campeonato Nacional de Velocidade

Desporto

André Pires e a Beauty Machines Racing Team voltaram a marcar presença no arranque no Campeonato Nacional de Velocidade 2020, disputado no Circuito do Estoril no fim de semana de 6 e 7 de juho. Novamente na classe de Superbike, após a realização dos derradeiros testes de pré-temporada, foi altura de piloto e equipa medirem forças com a concorrência, na luta pela vitória da classe.

O piloto de Vila Pouca de Aguiar e a sua Yamaha R1 aproveitaram as temperaturas amenas, assim como sol que se fez sentir no traçado dos arredores de Lisboa ao longo dos três dias em agenda, para completarem várias voltas ao complexo traçado em busca do acerto ideal para a primeira prova do ano, disputada à “porta-fechada” e onde o público fez sentir a sua falta.

Um trabalho que se viria a revelar benéfico nos momentos antecedentes ao arranque do campeonato, com André a colocar a moto que ostenta as cores da Motor7, no quinto lugar da grelha de partida, num fim-de-semana em que os pilotos do CNV Moto tiveram como convidado de honra, Miguel Oliveira.

Os resultados acompanharam as previsões dos dias de preparação da equipa, com a subida ao pódio garantida na primeira corrida destinada à classe maior do nacional de velocidade, as SBK. Na segunda corrida do fim-de-semana, Pires não foi além do quarto lugar final, selando um TOP 3 no somatório, entre os pilotos regulares (à exceção de Oliveira) do campeonato, antes do mesmo rumar a sul para disputar a segunda prova do ano.

Mais do que motivos para que a Beauty Machines Racing Team tenha, em Portimão, um fim-de-semana positivo, naquele que é considerado como um dos circuitos preferidos do piloto e onde, uma vez mais, terá a chance de lutar pela vitória.

“Foi bom retomar o contacto com a moto e com as pistas. Demos o máximo de voltas para tentar ganhar ritmo e confiança! Fomos consistentes e tentámos adquirir o máximo de informações da moto, o que recompensou no final. Na sessão de treinos livres e depois da qualificação, evoluímos diversos aspetos da moto, que nos permitiram chegar à grelha de partida na quinta posição. Trabalhámos todo o fim-de-semana para estar na frente das corridas e o pódio no primeiro dia, foi uma grande recompensa pelo nosso trabalho. Sabíamos que a segunda corrida não seria fácil e o quarto lugar, em adição ao dia anterior, é um resultado muito positivo, num fim-de-semana onde não estávamos a 100%”, referiu o piloto, no final.

Relacionadas

Vila Pouca de Aguiar quer ser destino “Limpo e Seguro”
1º aniversário da Rede de Bibliotecas assinalado com a iniciativa “Ler o Alto Tâmega”

Autor

Menu