Propostas para Orçamento Participativo Jovem com votações abertas até ao próximo dia 6 junho

Local

Vai de 4 de maio a 06 de junho o período de votações para escolher o projeto vencedor de mais uma edição do Orçamento Participativo Jovem de Vila Pouca de Aguiar.

A votação decorre através da página de internet do município, onde os cidadãos naturais, residentes ou trabalhadores no concelho de Vila Pouca de Aguiar vão poder votar e escolher o seu projeto preferido.

Conheça as duas propostas a concurso:

Escutismo Com(n)vida

Proponente: Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento nº 1372 de Vila Pouca de Aguiar

Foi com o espírito de servir que foi fundado o Agrupamento de Escuteiros 1372 de Vila Pouca de Aguiar, o qual tem acolhido muitos jovens e os tem colocado ao corrente da filosofia de vida de Baden-Powell, procurando fazer com que estes façam a diferença e contribuam para “deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrou”. Já se notam frutos deste trabalho, o que muito nos congratula. Neste momento o agrupamento de escuteiros sente necessidade de se adaptar às novas tecnologias, dotando as instalações de material informático e também material de apoio às atividades, de forma a continuar a conseguir captar crianças e jovens, e proporcionar-lhes uma formação de qualidade segundo os princípios de BP, que simultaneamente vá de encontro aos seus desejos e anseios. Concomitantemente poderá o agrupamento continuar a estar ao serviço da comunidade, respondendo de uma forma mais eficaz às solicitações que frequentemente lhe são dirigidas, e da mesma forma continuar a realizar atividades por iniciativa própria em prol dessa mesma comunidade. Por outro lado, as instalações gentilmente cedidas pela autarquia, neste momento estão com um grave problema de isolamento, pois toda a caixilharia precisa de ser substituída. Para diminuir o impacto dos dias mais frios, pretende-se dotar o espaço com equipamentos de climatização mais eficiente. Esta situação tem feito com que as nossas crianças e jovens trabalhem com pouco conforto. Pelo que foi dito, justifica-se a apresentação deste projeto, de forma a ser substituída o sistema de aquecimento e a ser dotado o agrupamento de material informático e de apoio às atividades, como adiante se especifica.

Mota de Emergência

Proponente: Cláudia Alexandra Vaz Campos Fernandes

A Mota de Emergência permite uma chegada mais rápida do primeiro socorro junto de quem dele necessita. A principal vantagem da mota em relação aos meios de socorro tradicionais é a sua agilidade no trânsito, permitindo um socorro precoce até à chegada de um meio diferenciado, destaca-se pela rápida deslocação dada as distâncias no nosso concelho. A carga da mota inclui um desfibrilhador automático externo (DAE), oxigénio, adjuvantes da via aérea e ventilação, equipamento para avaliação de sinais vitais e glicemia capilar. Tudo isto permite ao tripulante da mota a adoção das medidas iniciais, necessárias à estabilização da vítima, até que estejam reunidas as condições para o seu eventual transporte. Em alguns casos, a intervenção deste meio é a única necessária, dispensando a presença de uma ambulância de socorro no local. A gestão de recursos humanos é facilitada porque a mota de emergência é tripulada apenas por um elemento tornando ainda mais eficaz e eficiente a rapidez de avaliação de vítima ligeira ou grave, para que os meios de emergência necessários sejam acionados ou desativados. A excelente mobilidade deste meio permite que tanto a população mais jovem como a mais adulta possam beneficiar de um socorro de célere e de qualidade.

Local

Menu